Receita italiana!

receita-cozinha-italiana-couve-flor-gratinado-couve-flor-macarrão-studio-do-sabor

Amanhã  já é sábado, delicia, não? Então, o Studio do Sabor vai compartilhar com vocês uma deliciosa e fácil receita italiana para fazer no almoço de domingo.

Essa receita vai agradar a todos: Gratinado de couve-flor! Primeiro,  vamos aos ingredientes:

400 gr de maccheroncini

50 gr de pinoli

1 maço de cebolinha

2/3 xicara de farinha de rosca

50 gr de file de anchova

1 dente de alho

1 pé de couve flor

1 pitada de açafrão

sal e pimenta a gosto

Para preparar:

Cozinhe a couve-flor e conserve a água do cozimento.

Doure o alho e a cebolinha picados no azeite, junte as anchovas amassando-as com um garfo, coloque o pinoli e a couve-flor em cortada em pedacinhos e o açafrão. Deixe cozinhar por 10 minutos.

Coloque o macarrão na água do cozimento da couve-flor e deixe por 8 minutos. Coloque o macarrão e o molho em um travessa, polvilhe com farinha de rosca e leve ao forno (220º) por alguns minutos para gratinar.

Esperamos que fique uma delícia ! E não esqueça de se inscrever para saber tudo o que rola na nossa escola de culinária! É só clicar no link: http://bit.ly/1aHxivZ

Aproveite para curtir nosso Facebook! É só clicar no link: http://on.fb.me/123ynUi

 

Receita Light: Lentilhas com vegetais

studio-do-sabor-lentilhas-com-vegetais-receita

Daqui a pouco começa a primavera e o tempo vai esquentar de vez, até lá, o jeito é fazer comidas quentinhas para manter o corpo quente no frio que está fazendo em São Paulo, não? Se bem que esse domingo de sol foi uma delicia!

Como todo mundo dá aquela exagerada no fim de semana, principalmente quando o blog do Studio do Sabor colocou aquela deliciosa receita de pão de queijo na sexta-feira. Segunda é dia de receita light!

Nossa escola de culinária vai mostrar para vocês uma maravilhosa receita com lentilhas!

Os ingredientes do prato light são:

3 xicaras de agua

1 ½ xicaras de lentilhas

1 colher de cha de sal

1 ½ colher de chade azeite

2 xicaras de cebolas picadas

1 xicara de cenoura picada

1 xicara de abrobrinha picada

1 xicara de beterraba picada

1 colher de chá de cebolinha

1 colherde sopa de molho de tomate

1 dente de alho picado

2/3 xicara de vinho tinto

1 colher de sopa de mostarda dijon

1 colher de cha de manteiga

1 pitada de pimenta do reino

Como fazer:

cozinhe a lentilha no fogo baixo por 25 minutos. Tire do fogo e deixe descansar.

Esquente o azeite em um frigeira grande antiaderente e no fogo medio e junte a cebola, a cenoura, a beterraba, a cebloinha e salteie por 10 minutos. Junte o sal, o molho de tomate e o alho e cozinhe por mais um minuto. Misture o vinho e deixe ferver, cubra, diminua o fogo e deixe ficar ate os vegetais estarem macios. Misture a mostarda, juntea lentilha e cozinhe por 2 minutos. Tire do fogo, coloque a manteiga e a pimenta e sirva.

Gostou? Comente! E não esqueça de se inscrever para receber todas as novidades do Studio do Sabor! É só clicar no link: http://bit.ly/17iZtwh !

Aproveite para curtir nosso Facebook! Clique aqui e vire nosso fã: http://on.fb.me/123ynUi

A origem do Tiramisù

Amanhã é dia de aula delícia no Studio do Sabor: 6 PRATOS DE INSPIRAÇÃO ITALIANA. Para se inscrever é só clicar aqui: http://bit.ly/17ySIdg . E para dar um gostinho do curso, a gente trouxe a história de um dos pratos que essa aula de culinária vai trazer, o tiramisù.

tiramisu-chocolate-receita-studio-do-sabor

O nome do prato pode ser traduzido do italiano como “me levante”. O nome sugere dois significados, o primero que a sobremesa serve como um “acordador” pois possui dois ingredients com cafeína. O segundo, refere-se à idea do prato ser tão maravilhoso que leva a pessoa longe.

A origem do tiramisù é controversa, já que muitos afirmam que a receita italiana é uma sobremesa recente, criada nos anos 70, em um restaurante chamado Le Beccherie, em Treviso. Outros dizem que a receita é mais antiga e foi desenvolvida na Segunda Guerra Mundial como um prato para os soldados levarem para a guerra. Uma terceira teoria ainda sugere que o tiramisù foi inventado no século XVII para um duque, na Toscana.

Qual você acha que é a verdadeira origem? Bom, amanhã, você vai descobrir como fazer essa deliciosa sobremesa na nossa escola de culinária e se deliciar com a degustação.

Utensílios básicos para sua cozinha

utensilios-cozinha-secXX-Musée Cernuschi-ParisUm dos utensílios básicos no mundo da culinária é, sem dúvida, a panela.

Aquelas com cabo, que são o curinga da cozinha, são ideais para frituras e molhos.

As caçarolas, que se diferenciam das outras panelas pelas duas alças laterais, são de material resistente e vão do fogão ao forno e do forno ao fogão. As maiores são usadas para guisados e ensopados

As frigideiras são utilíssimas: as mais pesadas são úteis para fritar e as mais leves para saltear.

A panela de pressão é essencial na cozinha dos brasileiros. Ela acelera o cozimento. É nela que se cozinha o feijão, por exemplo.

A espagueteira facilita e muito o preparo de massas.

O wok é originário da China e muito usado na culinária asiática. Tem a forma de uma meia esfera metálica ou cerâmica, munida de duas alças ou de um cabo. Alguns woks têm o fundo plano, dando-lhe uma forma semelhante à de uma frigideira. Usado para frituras e vários tipos de cozimento.

Agora confira a lista que o Studio do Sabor preparou dos utensílios para cozinha:

UTENSÍLIOS BÁSICOS PARA COZINHA

Abridor de garrafa

Abridor de lata

Assadeiras e fôrmas de tamanhos variados (fôrma para quiche, empadinha e muffin).

Avental

Balança

Batedeira

Batedor de carne

Batedores ou fouet

Bowls de tamanhos variados

Chapéu/lenço/touca/bandana

Coador

Colher de pau (2 para salgado e 1 para doce)

Conchas

Conjunto de medidores (colheres)

Descascador de legumes

Escorredor

Escorredor de arroz

Escumadeira

Espagueteira

Espátulas de silicone

Espremedor de alho

Espremedor de batata

Espremedor de frutas

Faca de chef

Faca de pão

Faca pequena

1 Frigideira Tefal

Frigideiras de tamanhos variados

Grelha

Leiteira

Liquidificador

Luvas térmicas

Panelas diversas e de tamanhos variados

Panos de prato

Pão duro

Pegador de massa

Peneiras (pequena, média e grande)

Pinça

Pincel

Processador

Ralador

Tábuas

Tesoura

1 Wok

Caldinho de polvo

O polvo é um ingrediente ainda não muito presente na cozinha brasileira, mas com o preparo certo, ele é uma delícia! No Japão, por exemplo, há panquecas com polvo, assim como bolinhos de polvo e muitos sushis que levam o molusco. Na região mediterrânea é preparado com azeite, alho, manjericão, limão,e tomates, em uma bela salada. Já no Peru, o polvo é misturado com milho e tomate. Na Coreia, ele é um aperitivo, servido em bares junto com picles e cerveja.

A textura do polvo é firme e macia. O sabor é único, lembra o mar e tem certa doçura. O Studio do Sabor vai mostrar várias maneiras de preparar o polvo na aula de quinta-feira com o chef Rafa Camargo. Ele vai apresentar diversas receitas com polvo, como terrine de polvo em cama de salada especial, caldinho croata de de polvo, ceviche de polvo e peixe branco, polvo alla rabiata e polvo na torre de batatatas.

Para oferecer aos amigos um jantar super original não faltarão ideias nesta aula de culinária exclusiva do Studio do Sabor.

E aqui uma receita de caldinho de polvo da chef Monica Sky.

Caldinho de Polvo
 
Azeite (quanta bastar)
Alho a gosto
1 cebola grosseiramente picada
1 pimentão verde picado
3 tomates grosseiramente picados
1 cabeça de polvo (já cozida)
1 copo de vinho branco
1  vidro de leite de coco
Sal a gosto
1/2 pimenta de cheiro
Coentro
Páprica Doce
Páprica Picante
3 limões sicilianos
1 tentáculo para finalizar antes de servir
Refogar na frigideira o azeite, o alho, a cebola, o pimentão e os tomatse.
Adicionar os pedaços de polvo (cabeça) e em seguida o vinho. Após alguns instantes, o leite de coco.
Pegue este refogado e bata no liquidificador ligeiramente, com o sal, a pimenta, a páprica doce e a picante.
Sirva em seguida, com pedacinhos de polvo picados e um pouco de limão siciliano. Salpique o coentro moderadamente.
Bom jantar!
polvo-sopa

Nhoque, nhoque, nhoque

studiodosabor_nhoque_gnocci_receitas

Todo dia 29 é comemorado o Dia do Nhoque da Fortuna. Segundo conta a lenda, São Pantaleão, vestido de andarilho,  andava em um vilarejo na Itália no dia 29 de dezembro. Com fome, bateu na porta de uma casa e pediu comida. Um casal recebeu-o com muita desconfiança, porém convidou-o a sentar na mesa com eles. Eram pobres e quase não tinham  o que comer. O único alimento naquela noite eram nhoques que dividiram com o Santo. Sete nhoques para cada. São Pantaleão comeu, agradeceu e se foi. Para grande surpresa, ao retirar a mesa, o casal encontrou embaixo dos pratos moedas de ouro.

Assim, a cada dia 29, a lenda ganha mais simpatizantes que comem o nhoque da fortuna para ter sorte pelos 30 dias seguintes. No Studio do Sabor, também acreditamos que o Nhoque pode trazer muita sorte, por isso, preparamos uma aula com receitas de nhoques no dia 27, quinta-feira próxima. A receita, que mudou ao longo dos anos, é antiga, supõe-se que o nhoque exista desde os antigos gregos. No Studio do Sabor você aprenderá diversas receitas de nhoque. E no dia 29, você poderá preparar um delicioso prato para fazer a simpatia.

A simpatia é simples: basta colocar uma nota de qualquer valor sob o prato de nhoque. No prato, separe sete nhoques e coma um a um. Para cada nhoque, faça um pedido diferente.  O dinheiro colocado sob o prato deve ficar guardado até o próximo dia 29, para garantir a fartura.

Para participar da aula de nhoque no Studio do Sabor, é só ligar para (11) 3673-1973 ou mandar um email para: studio@studiodosabor.com.br . Esperamos por você !