Receitas para o verão

Image 

Hoje nós aqui da cozinha do Studio do Sabor vamos compartilhar com vocês mais um drink, confira os outros aqui, para refrescar esse calor de 40 graus que está fazendo aqui em São Paulo e uma comidinha light para acompanhar a bebida. 

Primeiro, que tal um Ice Tea com um twist? Para essa receita super fácil você vai precisar de:

-1 litro de água

-Chá de hibisco (em folhas)

-3/4 de copo de vodka (ou soda)

– 2 colheres de sopa de gengibre ralado

– 3 colheres de sopa de mel

-gelo

Modo de fazer:

1. Ferva a água e junte as folhas do chá, tampe e espere o chá pegar sabor resfriar um pouco. 

2. Tire as folhas e junte o gengibre e o mel, misture bem. 

3. Deixe na geladeira para esfriar, na hora de servir, junte a vodka ou a soda e o gelo e decore com um pedaço de gengibre. 

Para acompanhar essa maravilhosa e refrescante bebida, um aperitivo light e super fácil de fazer! Aqui vai a receita:

  • 1 colher de sopa de suco de limão
  • 1/2 colher de chá raspas de limão
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva
  • 2 colheres de chá de folhas de menta finamente fatiadas 
  • 1 dente de alho finamente cortado 
  • 1/2 kilo de queijo feta cortado em cubos de 3/4 cm 
  • 1/2 pepino, cortado em pequenas tiras 
  • 1/2 kilo de tomates cereja
  • 1 xícara de azeitonas pretas sem caroço

Modo de preparo:

1. Junte o suco de limão, o azeite de oliva, as raspas de limão, a menta e o alho e despeje por cima do queijo. Deixe marinar.

2. Corte os tomates na metade, assim como as azeitonas e corte os pepinos em tiras pequenas. 

3. Coloque os ingredientes em palitos, alternando-os. Coloque os cubos do feta delicadamente, para que eles não quebrem. 

Agora, é só juntar com a bebida e pronto, um happy hour super light e refrescante 😉 

Tabule com Alho-Poró

tabule_studio-do-sabor-trigo-quibe-comida-arabe

Nada melhor que uma deliciosa salada para espantar o calor, não? Por isso, hoje, nós aqui do Studio do Sabor vamos compartilhar uma receita de Tabule com vocês. A salada árabe nasceu no Líbano e leve sempre trigo para quibe.

Vamos aos ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de Trigo de Quibe
  • 2 xícaras (chá) de Água (quente)
  • 1 pepino (s/sementes picado)
  • 3 tomates (s/ sementes picados)
  • ½ xícara (chá) de Alho Poró
  • 3 colheres (sopa) de Salsinha (picada)
  • 2 colheres (chá) de Hortelã (picada)
  • 4 colheres (sopa) Azeite
  • Suco de 2 Limões
  • Sal e Pimenta do Reino (á gosto)

Modo de preparo:

  1. Coloque o trigo em uma tigela e adicione água quente até cobrir todo o trigo, deixe descansar por 15 minutos.
  2. Enquanto o trigo hidratam tire as sementes do pepino, tomate e pique em cubinhos pequenos.
  3. Fatie o alho poró em cubos e reserve.
  4. Assim que o trigo estiver frio, escorra toda a água e aperte bem com as mãos ou em uma paneira para tirar toda a água e deixar ele sequinho.
  5. Em uma tigela junte, o trigo já hidratado e escorrido, alho poró, tomate, pepino e misture.
  6. Adicione a salsinha e hortelã picada, tempere com azeite, sal, pimenta e o suco de limão, misture bem e guarde na geladeira até servir.

A moda do Bolovo

bolovo-studio-do-sabor-receita

Faz um tempo que a moda do bolovo invadiu a cidade e os bares resolveram adotar esse delicioso bolinho de carne com recheio de ovo de codorna. Talvez a moda tenha passado, mas o quitute não deixou de ser uma delícia. Por isso, o Studio do Sabor decidiu compartilhar a receita com vocês. E como nós sempre queremos que vocês coloquem a mão na massa, segunda (dia 10/02) tem aula de Paella e Moqueca! Se inscreve, é só mandar um email para studio@studiodosabor.com.br 🙂 

Voltando ao bolovo, aqui está a receita! Super fácil, e super gostosa para vic§es fazerem um happy hour dentro de casa.

Ingredientes:
500gr de carne moída
1 colher de sopa de farinha de trigo
1 colher de sopa de azeite
Sal, pimenta-do-reino, cheiro-verde, cebola, alho…
30 ovos de codorna
óleo de girassol para fritar
1 ovo inteiro ligeiramente batido
1 xícara de farinha de rosca

Modo de fazer: 
1. Cozinhe os ovos de codorna em uma panela com água por uns 10 minutos, depois de frios descasque-os e reserve.
2. Tempere a carne moída à gosto com cebola, alho, sal, pimenta e cheiro-verde, depois acrescente a farinha de trigo e o azeite e amasse bem até formar uma massa.
3. Faça 30 bolinhas com a massa de carne, depois vá pegando uma-a-uma e achate com as palmas das mãos, coloque o ovo de codorna no meio e cubra-o com a massa de carne fazendo o bolinho.
4. Depois que fizer todos os bolinhos empane-os passando no ovo batido e depois na farinha rosca.
5. Agora é só fritar !

Receita de Muffin de Chocolate

Image

Hoje o sol invadiu São Paulo, mas ainda sim a cidade está fria. E nada melhor que chocolate para esquentar nossos corações, não? Preparem seus estômagos, porque hoje, o Studio do Sabor vai compartilhar com vocês uma deliciosa receita de muffin de chocolate.

Ingredientes (para 12 muffins):

1/4 xícara de molho de maça sem açúcar

1/2 xícara de óleo de canola

2 colheres de sopa de água

1 xícara de leite

1 colher de chá de extracto de vanila

1 3/4 xícaras de farinha

2 colheres de sopa de amido de milho

1/2 xícara de açúcar

2/3 xícara de cacau em pó sem açúcar

1 colher de chá de fermento

1/2 colher de chá de sal

2/3 xícara de gotas de chocolate

Pré aqueça o forno a 200° C. Passe manteiga na bandeja de fazer muffin, ou coloque os copos de papel nos buracos.

Em uma tigela grande, misture o molho de maçã, o óleo, a água, o leite e a vanila. Em uma tigela menor combine a farinha, o amido, o açucar, o cacau,  o sal e as gotas de chocolate. Combine as duas tigelas e misture até a massa ficar homogênea.

Encha a bandeja de muffin com a massa e asse por 15 a 20 min.

Pronto, é só tirar do forno e se deliciar 😉

Receita de saltimbocca alla romana

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Itália está com tudo este mês em São Paulo. É so ver a linda exposição da arte renascentista italiana no Centro Cultural Banco do Brasil. Há Tiziano, Leonardo, Rafaello e muito mais para ser admirado.

Um dos mais famosos pratos italianos é o Saltimbocca (que em português poderia ser traduzido por saltos na boca), prato popular também no sul da Suíça, Espanha e Grécia. Feito de carne de vitela coberta com presunto e sálvia, marinada em vinho, óleo ou água salgada. E dependendo da região e gosto coberta com alcaparras.

O saltimbocca alla romana, a versão feita em Roma consiste de carne de vitela, presunto e sálvia, enrolada e cozidas em Marsala e manteiga.

Foi adaptado no Brasil e é servidos nos restaurantes italianos em São Paulo como lembra o chef István Wessel: “Uma das minhas lembranças da adolescência era quando no domino meu pai nos levava no Trastevere, que nos anos 60 era o melhor restaurante italiano de São Paulo. Eu sempre pedia o Saltimbocca alla Romana, um prato que eu adorava. O restaurante não existe há décadas, mas cada vez que vejo esse prato em um restaurante eu peço.”

Lá vai a sugestão da chef Monica Sky do Studio do Sabor:

Saltimbocca alla romana

Ingredientes:

Escalopes de filé mignon

Sálvia

Presunto cru

Vinho branco

Farinha de trigo

Sal e pimenta do reino

Manteiga e óleo para fritar

Modo de preparo:

Bater um pouco os filés com a mão, colocar o presunto e a sálvia, prender com o palito, salgar e colocar pimenta somente do outro lado.

Passar os escalopes na farinha de trigo e tirar o excesso batendo neles.

Aquecer uma frigideira, colocar a manteiga e o óleo, fritar com o lado do presunto para baixo, retirar os filés, deglacear com vinho branco, deixar o molho reduzir, espessar o molho com manteiga e farinha de trigo.

Obs: este molho fica bem ralo.

Bom apetite!

Receita de arroz-doce

arroz-doceAcredita-se que o cultivo de arroz iniciou-se no vales de Myanmar, ou Birmânia, país da Ásia que faz fronteira com a China, Laos e Tailândia. Arqueólogos acreditam que os extratos de grãos de arroz achados nesse local têm quase 7 mil anos. Hoje encontramos mais de 40 mil tipos diferentes de arroz cultivados no mundo.

O arroz-doce, normalmente cozido em leite e acúcar, é uma iguaria popular em todos os lugares onde o arroz é conhecido, não só no Brasil, como pensamos muitas vezes. Em todos os países da Ásia, de onde é originário, da Europa e da África, para onde foi levado por antigos viajantes e comerciantes, e das Américas, para onde foi levado pelos colonos europeus, existe uma tradição de arroz-doce. 

O arroz pode ser cozido diretamente no leite, ou em água e açúcar, juntando mais tarde leite condensado (no Brasil) ou nata. Acrescenta-se  amêndoas, como na Dinamarca, ou frutas e chocolate como em outros países europeus. Ou temperos como canela, como no Brasil.

Arroz-doce

Ingredientes:

1 xícara (chá) de arroz

4 xícaras (chá) de água

1 litro de leite

1 lata de leite condensado

1 lata de creme de leite

Canela a gosto

Modo de preparo:

Lave o arroz em água corrente e escorra.

Leve para cozinhar com água.

Quando estiver quase seco, junte o leite e deixe ferver bem.

Em seguida, coloque o leite condensado e deixe ferver mais um pouco para engrossar.

Junte então o creme de leite e espere levantar fervura novamente.

Coloque a canela e sirva quente ou frio.

Bom apetite!

salada-morna-de-cogumelos-com-croutonsOs cogumelos estão entrando definitavamente no cardápio dos brasileiros. Seja pelos restaurantes orientais ou pela crescente oferta nos supermercados e hortifrútis. Sua aparência, nem sempre atrativa, não tira seu charme e sabor inconfundíveis. Servem como prato principal ou combinam bem com carnes, peixes, arroz e verdes. Têm também um alto valor nutritivo.

São mais de três dezenas de tipos diferentes comestíveis cultivados no mundo, segundo a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária). No Brasil, os mais conhecidos e consumidos são os do tipo Champignon (de Paris e Portobello), o Shiitake, o Shimeji e o Hiratake, nas cores cinza salmão e branco. Variam no sabor, mais suaves ou mais acentuados. E na textura, há os mais resistentes e os fibrosos ou os macios e os delicados

Os cogumelos são encontrados em conserva, secos, congelados ou frescos, que devem ser adquiridos com bom aspecto, sem manchas nem umidade aparente e a lamela (parte de baixo do cogumelo) deve estar clara. Devem ser conservados em geladeira para serem utilizados rapidamente.

A sugestão do Studio do Sabor para a volta do final de semana prolongado é uma prato light, uma salada deliciosa e supernutritiva.

SALADA MORNA DE COGUMELOS COM CROÛTONS E ERVAS

Ingredientes:

250 g de cogumelos variados (Shitake, Shimeji, Champignon de Paris, etc)

2 colheres (sopa) de manteiga

5 dentes de alho picados

Folhas verdes variadas (alface americana, rúcula, alface crespa, etc)

3 colheres (sopa) de azeite

1 colher (sopa) de vinagre

Queijo parmesão para polvilhar

Sal e pimenta do reino a gosto

Ervas a gosto

Pão de fôrma cortado em cubinhos

Modo de preparo:

Higienize as folhas.

Salteie os cogumelos na manteiga com o alho. Coloque o sal e a pimenta do reino.

Faça um vinagrete básico com o azeite, vinagre, sal e pimenta.

Tempere as folhas.

Tempere os cubinhos de pão com as ervas e sal e leve ao forno moderado. Esquente levemente os cogumelos e distribua por cima das folhas.

Salpique com o queijo ralado e os croûtons.

Bom apetite!